Como ganhar networking? 4 regras para aumentar sua rede de contatos

Todos aconselham a fazer networking. Mas poucos te contam como fazer da maneira certa. Revelamos aqui, 4 regras de como ganhar networking – da maneira certa

como ganhar networking

Foto: Unsplash

A palavra networking significa rede de contatos profissionais. Bastante conhecida, a prática tornou-se uma necessidade no atual cenário econômico brasileiro.

Mas,

  • Como ganhar networking ajuda a conquistar recolocação profissional?
  • Como ganhar networking ajuda a consolidar parcerias entre empresas?
  • Como ganhar networking contribui para o Q.I (Quem Indica)?

Para todas as perguntas, uma resposta: Ganhando networking da maneira certa.

E, se algumas pessoas não colhem frutos dos contatos que realizam, provavelmente, elas estão fazendo da forma errada.

Segundo Diego Carmona, co-fundador da Leadloversplataforma de Marketing Digital e Vendas, existem segredos para potencializar os efeitos de um bom networking. Carmona afirma que networking é, antes de qualquer coisa, a relação de pessoas que possuem interesses mútuos, de modo a dar e receber apoio. “É a partir daí que todo o resto acontece. Ao se relacionar positivamente com mais pessoas que partilham das mesmas predileções que você, surgirão muitas mais oportunidades, sejam elas de negócios ou não.”

E, acredite, nada surge do nada nem sem esforço.

A partir dos conhecimentos do Carmona, nossa equipe Loocalizei selecionou 4 grandes regras para ganhar uma rede de contatos de forma eficiente e certeira. Confira:

 

 COMO GANHAR NETWORKING?

REGRA 1 – SEJA CARA DE PAU 

Ser cara de pau não é ser abusado ou inconveniente. É não se intimidar pelo desconhecido.

“Para relacionar-se com pessoas você precisa encontrá-las. E, para tal, você precisa ir até elas.”

Se não puder fazer contato pessoal direto, cuide da sua imagem virtual. Em outras palavras, administre bem suas redes sociais e a imagem que transmite através de seus posts, fotos e comentários. Essas redes permitem comunicação rápida, fácil e em larga escala, além de substituírem o “cartão de visita não-impresso”.  Fora das redes, o conselho é matricular-se em cursos, frequentar eventos, feiras, workshop, congressos e conferências. Mostre-se presente. Pergunte, converse, apresente-se, seja cara de pau. Muitas pessoas conseguiram oportunidades dos sonhos somente porque não tiveram medo nem vergonha de demonstrar interesse por determinado assunto ou empresa. 

REGRA 2 – MENOS É MAIS

Menos número de contatos adicionados no LinkedIn e mais mensagens trocadas.

“Não basta conhecer as pessoas, você precisa estabelecer uma verdadeira conexão com elas.”

O foco é relacionamento. Entre conhecer e se relacionar existe uma lacuna grande a ser conquistada. Não adianta ter americanos, indianos, nem CEO’s importantíssimos na sua lista de contatos do LinkedIn, se eles se quer sabem quem é você. Ao enviar solicitações de amizade, mais uma vez, mostre-se! Quem você é, o que faz e seus objetivos são itens fundamentais. Relacionar-se da maneira certa melhora o direcionamento da sua rede de contatos.

REGRA 3- SEJA HUMILDE 

Ser humilde é reconhecer que você não é tudo isso que seu espelho te conta.

“As pessoas não gostam de estar perto de pessoas convencidas, muito vaidosas nem egoístas. Se esforce continuamente para melhorar sempre.”

A humildade permite que você nunca pare de buscar novos conhecimentos e de viver em contínua evolução – principalmente profissional. Todos possuímos experiências e conhecimentos que podem auxiliar outras pessoas e repassar isso é fundamental. Compartilhe conhecimento. Permita-se ter dúvidas, buscar ajuda e reconhecer que existem pessoas excelentes de serviço, iguais ou melhores que você.

4- SAIBA OUVIR  (e não somente falar)

Não há nada mais arrogante do que insistir em falar de si mesmo, a toda hora.

“Comunicar-se bem não é falar muito. Você precisa saber ouvir.”

Boas relações exigem bons diálogos. Fale de você mas dê espaço para ouvir sobre a vida do outro também. 
Olhe nos olhos, chame pelo nome, faça perguntas pertinentes, e realmente preste atenção no que a pessoa que você conversa está falando (e respondendo).

 –

Pratique seu networking!

Você achou esse artigo interessante? Ele te ajudou?

Compartilhe, fale sobre, mostre para alguém. Toda hora é hora de realizar novas conexões. 

 

via GIPHY

 

 


Redação: Equipe Loocalizei
Contribuições: Jimenes Assessoria

Deixe seu comentário

comentários